Região

ATENÇÃO: Rio Grande do Sul terá diferença de 30ºC em pouco mais de 72h

Entre a manhã de quarta-feira (15) e a tarde de sábado (18), diferença nos termômetros dos gaúchos devem ser superiores à 30ºC
16/07/2020 - 10h:48min - Fonte:

Após uma semana em que o frio castigou o Sul do país, a segunda quinzena do mês de julho iniciará com um "veranico" no meio do inverno Gaúcho. Segundo a MetSul Meteorologia, o final de semana será marcado por uma onda de calor em todo o Rio Grande do Sul, com temperaturas que devem superar 30ºC.

De acordo com a MetSul Meteorologia, diversas localidades do Estado registraram temperaturas abaixo de 0ºC na quarta-feira (15). São José dos Ausentes, nos Campos de Cima da Serra, por exemplo, abriu o dia com os termômetros marcando -6,1ºC. 

Com isso, a diferença de temperatura entre quarta e sábado deve ser superior à 30ºC em alguns pontos do Estado, acendendo o alerta para os cuidados com doenças respiratórias e gripais. 

Confira a diferença da previsão de quarta-feira (15) e domingo (19):

Imagem

 

Imagem

"Sabe o frio de hoje (mapa da esquerda)? Qual a validade pra negar o aquecimento global? Nenhuma! Sabe o calor de 32°C que vai fazer agora no fim de semana (mapa da direita)? Qual a validade para confirmar a existência do aquecimento global? Nenhuma! Tempo não é clima!", destacou a MetSul pela página do Twitter.

 

Frio em todo o Estado

Ao menos 15 cidades gaúchas tiveram os termômetros marcando mínimas abaixo de 0°C e presença de geada.  Em Porto Alegre, também houve registro de um novo recorde de frio.

Porto Alegre: 3,0°C, mesma sensação
Alegrete: -1,7°C, com sensação de -7,0°C
Bento Gonçalves: -0,5°C, com sensação de -5,1°C
Caçapava do Sul:  3,7°C , mesma sensação
Camaquã: 0,8°C, com sensação de -2,1°C
Campo Bom: -0,2°C,  mesma sensação
Cruz Alta: -0,4°C, com sensação de -5,5°C
Dom Pedrito: -3,2°C, com sensação de -8,9°C
Ibirubá: -1,5°C, mesma sensação
Jaguarão: -0,2°C, com sensação de -4,1°C
Lagoa Vermelha: 1,8°C, com sensação de -3,5°C
Palmeira das Missões: 3,1°C, mesma sensação
Quaraí: -3,7°C, mesma sensação
Rio Grande: 0,8°C, com sensação de -3,2°C
Rio Pardo: 0,6°C, com sensação de -2,5°C
Santa Maria: -1,6°C, mesma sensação
Santa Rosa: 1,1°C, com sensação de -2,4°C
Santa Vitória dos Palmar (Barra do Chuí): 1,5°C, com sensação de -5,5°C
Santana do Livramento: -2,9°C , com  sensação de -8,1°C  
Santo Augusto: 2,3°C, mesma sensação
São Borja: 2,4°C, mesma sensação
São Gabriel: -2,1°C, com sensação de -5,4°C
São José dos Ausentes: 0,0°C, mesma sensação
São Luiz Gonzaga: 0,6°C, com sensação de -7,0°C
São Vicente do Sul: -0,7°C, com sensação de -1,3°C
Serafina Corrêa: -1,4°C, , com sensação de -4,8°C
Soledade: 2,7°C, com sensação de -2,2°C
Teutônia: 0,3°C, com sensação de -2,6°C
Tramandaí: 6,4°C, mesma sensação
Tupanciretã: -0,5°C, com sensação de -6,3°C
Uruguaiana: 0,3°C, com sensação de -4,7°C
Vacaria: -2,7°C, , com sensação de -10,3°C 

 

Chuva retorna 

Esta quinta-feira será marcada pelo retorno da chuva. A maioria das regiões terá precipitação logo no começo da manhã e o mesmo serve para a região Metropolitana. Os locais com risco de temporal estão na faixa central e na metade Norte do Rio Grande do Sul. 

A chuva que chegará amanhã estará associada ao frio, sendo que algumas cidades poderão ter mínimas de 5ºC nas primeiras horas da manhã. As máximas deverão ser menores do que hoje, ficando abaixo dos 10ºC. 

Clique aqui e confira a galeria com as fotos registradas na região de Camaquã.

 

Cuidados com a saúde

Para os alérgicos que sofrem de rinite, sinusite ou bronquite, o período é propício para fortes crises. Como alergia não tem cura, o ideal é investir em prevenção, evitando os agentes que despertam a doença, como o acúmulo de pó, e, consequentemente, o uso de medicamentos como antialérgicos e anti-inflamatórios. 

É muito importante ter o cuidado de carregar consigo um agasalho ou deixar algum de prontidão nos lugares que habitualmente você frequenta (no trabalho, por exemplo) para não ser pego de surpresa, pois no outono, o sol pode aparecer, mas o frio pode surgir facilmente. 

Outro cuidado seria lavar as roupas guardadas, mesmo que tenham sido lavadas após o término do inverno passado, pois a lavagem removerá a poeira e ácaros que se acumulam naturalmente nos tecidos. 

Devemos cuidar também da nossa hidratação corporal, ingerindo bastante água "pura" durante o dia, pois este cuidado pode fazer toda a diferença, visto que pessoas pouco agasalhadas ficam expostas ao frio, e pessoas muito agasalhadas ficam suscetíveis à desidratação. Idosos e crianças são os principais atingidos pelas mudanças bruscas de temperaturas por isso é preciso estar mais atento a eles. 

Confira alguns cuidados neste período do ano: 

- Tomar bastante água durante o dia;

- Procurar consumir alimentos fontes de vitaminas e minerais, como frutas e verduras, pois são fontes de antioxidantes, e estes ajudam a elevar a imunidade corporal (ex: tomate, cenoura, suco de uva integral, oleaginosas, frutas cítricas, cúrcuma, chá verde, cacau, entre outros);

- Realizar em torno 5-6 refeições dias;

- Utilizar temperos naturais nas preparações: alho, cebola, louro, manjerona, orégano e pimenta.

- Use roupas condizentes com a temperatura.

deixe seu comentário