Últimas Notícias

RS terá mais uma semana de chuva, ventania e frio intenso

Previsão é de muito frio e geada neste início de julho em todo o Rio Grande do Sul; confira a previsão
06/07/2020 - 11h:43min - Fonte: Agência de Notícias do Estado, IRGA

De acordo com o novo Boletim Integrado Agrometeorológico nº 01/2020 divulgado pela Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), em parceria com a Emater-RS e Irga, a presença de uma massa de ar seco e frio manterá o tempo firme até amanhã (04), com temperaturas mínimas próximas de 0°C e formação de geadas na maioria das regiões.

Nos últimos sete dias, o destaque foi a passagem de um sistema frontal entre a terça (30) e a quarta-feira (1º) passadas, composto por uma frente fria e um ciclone extratropical, sobre o Sul do Brasil. O sistema trouxe acumulados entre 100 e 160 milímetros em apenas 24 horas no Centro e Norte do Rio Grande do Sul, especialmente entre as Missões, o Alto Uruguai e a Serra Gaúcha.

Houve registro de ventos de mais de 100 quilômetros por hora no Leste gaúcho, além de algumas quedas de granizo. Os ventos fortes paralisaram também atividades portuárias no Sul do Brasil. Um novo sistema frontal avançou pelo Sul no último domingo (5), mais fraco.

Os índices de umidade do solo estão acima dos 90% no Sul do Brasil. Posteriormente, a entrada de uma massa de ar de origem polar derrubou as temperaturas sobre o Rio Grande do Sul. Houve temperaturas negativas em áreas de Serra, além de geadas amplas.

Já esta semana será marcada por chuva volumosa e ventos intensos novamente sobre o Estado gaúcho. Nesta terça-feira (7), a formação de um novo sistema frontal, composto por uma nova frente fria e um ciclone extratropical sobre a Região Sul, volta a provocar chuva intensa, trovoadas e ventania. Atenção para volumes elevados de chuva, que podem alcançar os três dígitos, o que aumenta o risco para transtornos na Metade Norte do Rio Grande do Sul.

A partir da quarta-feira (8), chuva diminui, mas ventos seguem constantes. Entre quinta (9) e sexta-feira (10), o ar seco predomina e o frio aumenta, mas essa situação não é duradoura. De forma geral, essa onda de frio é ligeiramente mais branda do que a anterior - embora ainda tenha previsão de geadas em áreas tradicionais. Já a chuva retorna novamente no fim de semana.

Mapa 1

Mapas meteorológicos para a Região Sul - Foto: Reprodução/Somar

 

CONFIRA A PREVISÃO PARA AS SEIS REGIONAIS

Fronteira Oeste

Segunda-feira (6) instável com a passagem de uma frente fria. Na terça-feira (7) deve ser o período mais crítico na Fronteira Oeste, com chuvas, trovoadas, granizo e rajadas de vento. Na quarta-feira (8), o centro do ciclone atinge o Oceano Atlântico e ainda causa ventos fortes na região. Uma onda de frio avança e derruba a temperatura, tanto pela manhã quanto à tarde na quarta-feira. A onda de frio causa declínio acentuado da temperatura e geadas entre quinta (9) e sexta-feira (10). Já no fim de semana, as chuvas retornam e a temperatura sobe.

Campanha

Segunda-feira (6) instável com a passagem de uma frente fria. Na terça-feira (7) deve ser o período mais crítico na Campanha, com chuvas, trovoadas, granizo e rajadas de vento. Na quarta-feira (8), o centro do ciclone atinge o Oceano Atlântico e ainda causa ventos fortes na região. Uma onda de frio avança e derruba a temperatura, tanto pela manhã quanto à tarde na quarta-feira. A onda de frio causa declínio acentuado da temperatura e geadas entre quinta (9) e sexta-feira (10). Já no fim de semana, as chuvas retornam e a temperatura sobe.

Central

Segunda-feira (6) instável com a passagem de uma frente fria. Entre terça (7) e quarta-feira (8) deve ser o período mais crítico na região Central, com chuvas, trovoadas, granizo e rajadas de vento. Na quarta-feira, o centro do ciclone atinge o Oceano Atlântico e ainda causa chuvas e ventos fortes na região. Uma onda de frio avança e derruba a temperatura, tanto pela manhã quanto à tarde na quarta-feira. A onda de frio causa declínio acentuado da temperatura e geadas entre quinta (9) e sexta-feira (10). Já no fim de semana, as chuvas retornam e a temperatura sobe.

Planície Costeira Interna

Segunda-feira (6) instável com a passagem de uma frente fria. Entre terça (7) e quarta-feira (8) deve ser o período mais crítico na Planície Costeira Interna, com chuvas, trovoadas, granizo e rajadas de vento. Na quarta-feira, o centro do ciclone atinge o Oceano Atlântico e ainda causa chuvas e ventos fortes na região. Uma onda de frio avança e derruba a temperatura, tanto pela manhã quanto à tarde na quarta-feira. A onda de frio causa declínio acentuado da temperatura e geadas entre quinta (9) e sexta-feira (10). Já no fim de semana, as chuvas retornam e a temperatura sobe.

Planície Costeira Externa

Segunda-feira (6) instável com a passagem de uma frente fria. Entre terça (7) e quarta-feira (8) deve ser o período mais crítico na Planície Costeira Externa, com chuvas, trovoadas, granizo e rajadas de vento. Na quarta-feira, o centro do ciclone atinge o Oceano Atlântico e ainda causa chuvas e ventos fortes na região. Uma onda de frio avança e derruba a temperatura, tanto pela manhã quanto à tarde na quarta-feira. A onda de frio causa declínio acentuado da temperatura e geadas entre quinta (9) e sexta-feira (10). Já no fim de semana, as chuvas retornam e a temperatura sobe.

Zona Sul

Segunda-feira (6) instável com a passagem de uma frente fria. Na terça-feira (7) deve ser o período mais crítico na Zona Sul, com chuvas, trovoadas, granizo e rajadas de vento. Na quarta-feira (8), o centro do ciclone atinge o Oceano Atlântico e ainda causa ventos fortes na região. Uma onda de frio avança e derruba a temperatura, tanto pela manhã quanto à tarde na quarta-feira. A onda de frio causa declínio acentuado da temperatura e geadas entre quinta (9) e sexta-feira (10). Já no fim de semana, as chuvas retornam e a temperatura sobe.

 

Encerramento do Relatório Oficial da Estiagem

Com o encerramento do evento de estiagem que afetou o Rio Grande do Sul, embora suas consequências no campo e na economia persistam, a Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural e vinculadas (Emater e IRGA), através de sua equipe técnica, optou por reformular ligeiramente o Relatório Oficial da Estiagem que vinha sendo publicado semanalmente, desde janeiro de 2020, totalizando 23 números. O novo relatório, publicado acima, é o Boletim Integrado Agrometeorológico, que segue semanal com publicação às quintas-feiras. Este novo boletim é mais sintético, mas mantém a previsão meteorológica da semana e uma breve análise das implicações do clima na agropecuária gaúcha. 

deixe seu comentário