Últimas Notícias

Região de Camaquã amanhece com geada e temperaturas abaixo de 5ºC

Camaquenses registraram temperatura de 3ºC no começo da manhã; em Chuvisca, termômetro do Sicredi apontou 2ºC às 6h
03/07/2020 - 11h:05min - Fonte: GaúchaZH

A região de Camaquã amanheceu com temperaturas gélidas e geada intensa nesta sexta-feira (3). Em Camaquã, internautas registraram 3ºC em diversos pontos da cidade e do interior. Em Chuvisca, o termômetro do Sicredi registrou 2°C por volta das 6h.

As internautas Adriana e Iolanda compartilharam seus registros com a redação do Clic Camaquã (veja acima), mostrando a geada e a temperatura próximo dos 0ºC. Além disso, foram registradas ocorrências de geada em diversas cidades da região.

Causada pela combinação de frio intenso com tempo seco, a geada se forma sobre a superfície, como resultado do congelamento do vapor d'água presente no ar. A partir de domingo (5), a instabilidade retorna ao Estado trazendo chuva, porém menos volumosa do que a registrada nesta semana. No entanto, não se descarta a chance de temporais isolados. 

Compartilhe suas fotos pelo número (51) 99200-4902 e iremos publicar nas redes sociais do Clic! Mantenha o contato salvo para receber os destaques do Clic. Leia mais em https://bit.ly/3cEG0ww

 

Como será o mês de julho

Após a passagem do ciclone-bomba, que causou estragos em diversas regiões do Rio Grande do Sul, julho deve ser marcado por frio intenso e chuva volumosa, com possibilidade de um novo ciclone extratropical na próxima semana. De acordo com a MetSul Meteorologia, a magnitude do sistema, que se forma entre a metade norte do RS e o Estado de Santa Catarina, ainda está sendo monitorada. 

O tempo deve seguir firme até domingo (5), quando uma nova frente fria chegará, trazendo instabilidade ao Estado. A expectativa é que os acumulados ganhem força a partir de terça-feira (7), principalmente nas regiões Norte, Nordeste, Serra e Litoral Norte. 

Na Capital, em comparação com as outras regiões, o volume de chuva será um pouco menor, mas ficará próximo aos 50mm. A trégua deve chegar na quinta-feira (9), e a previsão é que a instabilidade retorne ao Estado somente na penúltima semana do mês, entre os dias 20 e 24.

A chuva ficará dentro do esperado para julho, já que o mês tende a ser o mais chuvoso em relação às demais épocas do ano.

 

Baixas temperaturas

As baixas temperaturas irão predominar durante boa parte de julho. A segunda onda de frio intenso está prevista para começar a partir do dia 15, e tende a ser semelhante à registrada na primeira semana do mês. 

Após esse período, os sistemas ficarão mais espaçados, dando oportunidade para que os termômetros subam de forma moderada. No final do mês, entre julho e agosto, será possível registrar temperaturas mais elevadas, mas nada muito significativo.

deixe seu comentário