Polícia

Camaquense é vítima de golpe do auxílio emergencial

A primeira parcela foi debitada corretamente, já a segunda não chegou até a vítima; além disso, o e-amil foi alterado no aplicativo
Por: Renata Ulguim | Publicado: 16/06/2020 às 00:00 | Alterado: 22/04/2021 às 11:06
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

No último plantão policial, foi registrado um caso fraude, onde a vítima teve prejuízos financeiros. Conforme o relato da vítima, ela ganha o benefício do auxílio emergencial do Governo Federal.

Ao realizar o cadastro no programa para receber o benefício, informou a conta para depósito e o e-mail. A primeira parcela, no valor de R$1200,00, foi debitada diretamente na conta bancária. Já a segunda parcela demorou para ser debitada na conta, o que causou o estranhamento da vítima.

Ao acessar o aplicativo Caixa Tem, pelo telefone celular, percebeu que foi utilizado seu benefício através de dois pagamentos no valor de R$ 600,00 cada, de maneira indevida, sem a sua autorização.

A vítima informou ainda, que o seu e-mail foi alterado, o que possibilitou que o autor do fato acessasse seus dados cadastrais. O fato aconteceu na última segunda-feira (08). Não foram repassadas mais informações sobre o caso.

deixe seu comentário