Política

"O que ele falou ai é uma besteirola", rebate prefeito de Cerro Grande do Sul ao prefeito de Camaquã

Prefeito de Cerro Grande do Sul, Sérgio da Costa, gravou vídeo rebatendo críticas de Ivo de Lima Ferreira, prefeito de Camaquã
25/03/2020 - 22h:08min - Fonte:

A coletiva de imprensa realizada pela Prefeitura de Camaquã para trazer atualização sobre o Coronavírus segue sendo motivo de polêmica na região. Após o prefeito Ivo de Lima Ferreira tecer críticas ao governo de Cerro Grande do Sul, o prefeito Sérgio Silveira da Costa emitiu uma nota em vídeo para responder o chefe do Poder Executivo camaquense.

Na coletiva, Ivo afirmou que o Governo de Cerro Grande do Sul pecou no que se diz respeito ao enfrentamento do Coronavírus. Ainda sem citar nomes, o prefeito de Camaquã ressaltou que os municípios do Consórcio Intermunicipal da Região Centro Sul adotaram medidas cabíveis para enfrentar a crise, com exceção de Cerro Grande do Sul.

Ivo afirmou que o município que fica ao norte de Camaquã estava indo contra as recomendações e mantendo seu comércio funcionando. Assista a coletiva completa e entenda:

 

 

A resposta

No começo da noite, o prefeito de Cerro Grande do Sul, Sérgio Silveira da Costa,  rebateu as críticas do prefeito de Camaquã. “O que ele falou ai é uma besteirola. Cuidado com o que ele fala!”.

No vídeo, o prefeito se mostra insatisfeito com a declaração do prefeito de Camaquã e afirma que a declaração dada por ele não passa de uma inverdade, palavra repetida algumas vezes na transmissão.

Ele ainda reforça que todas as medidas possíveis estão sendo tomadas e que os demais municípios podem até estar fazendo o seu papel de forma semelhante, mas não de forma mais eficiente que Cerro Grande do Sul. Assista:

 

O caso

O prefeito Ivo de Lima Ferreira anunciou após a coletiva de imprensa, realizada na tarde desta terça-feira (24), o primeiro caso confirmado de Coronavírus. Segundo ele, a paciente é uma mulher de 58 anos. Durante a coletiva, a Prefeitura ainda não tinha confirmação do Coronavírus, em Camaquã. Já no final da coletiva, o secretário da saúde, Luciano Pereira Dias, recebeu uma mensagem da secretária estadual da saúde, Arita Bergmann.

Após a divulgação, a Secretaria Estadual da Saúde acabou contabilizando este caso para a cidade de Cerro Grande do Sul, já que a moradora é natural da cidade, um dos fatos que ocasionou a polêmica entre os envolvidos. A pessoa em questão foi levada para Camaquã após apresentar os primeiros sintomas e logo após, foi encaminhada para Canoas.

De acordo com o prefeito Sérgio, a mesma não teve contato com pessoas em Camaquã. Já de acordo com o prefeito Ivo, existe uma preocupação por parte do Governo de Camaquã sobre as pessoas que podem ter tido contato com a mulher dignosticada com Covid-19.

Durante a coletiva, mais dois casos foram descartados, em Camaquã. Ao todo, nove casos foram descartados e sete seguem em análise no Laboratório Central do Estado do Rio Grande do Sul (Lacen/RS). Segundo o secretário da saúde, Luciano Pereira Dias, ao todo são 62 casos que seguem em monitoramento, em Camaquã.

 

Destaques da Coletiva

Três suspeitas de Coronavírus em Camaquã são descartadas: https://bit.ly/2Uik2cn

Camaquã tem 18 empresas fechadas por desrespeitar decreto municipal: https://bit.ly/2QLp0wl

IFSul produz primeiro lote de álcool para combate ao Coronavírus: https://bit.ly/2y9wqD4

Pagamento do IPTU em Camaquã é prorrogado: https://bit.ly/3aks4af

Ambulatório irá auxiliar no combate ao Coronavírus: https://bit.ly/2vU2GJG

deixe seu comentário