Economia

Camaquã tem 13 empresas fechadas por descumprir decreto municipal

Decreto que visa combater o Coronavírus foi desrespeitado por 13 empresas, que estavam funcionando mesmo contra a orientação da Prefeitura
25/03/2020 - 16h:41min - Fonte:

Durante a tarde desta quarta-feira (25), a Prefeitura Municipal de Camaquã recebeu mais uma coletiva de imprensa para trazer atualização sobre a situação do Covid-19 na cidade. Um dos destaques foi a fala do prefeito Ivo de Lima Ferreira com relação às punições por descumprimento do decreto que estabelece o fechamento do comércio: ao todo, foram 13 empresas que tiveram suas atividades interrompidas após desrespeitar as orientações.

Os fechamentos ocorreram durante esta quarta-feira (25) em diversos pontos da cidade, com o auxílio de agentes da DECRAB, ligada à Polícia Civil, e da Brigada Militar.

Com relação ao comércio, o prefeito ainda afirmou que uma reunião que ocorre nesta sexta-feira (27) irá definir o que ocorrerá na próxima semana. 

Desde o último sábado (21), passou a valer o decreto que estabelece o fechamento do comércio de Camaquã. Salvo exceções, a maior parte dos estabelecimentos deve permanecer fechado pelo período de quinze dias como medida de contenção ao Coronavírus. Clique aqui e confira o documento na íntegra.

Ainda assim, a redação do Clic Camaquã recebeu dezenas de relatos de estabelecimentos que seguem abertos, desobedecendo o decreto. A ação é passível de multa e até mesmo da revogação de alvará de licensa. Para fazer a denúncia, o número é o 3671-7206. A denúncia, por sua vez, pode ser feita por qualquer pessoa e até mesmo de forma anônima.

BOA NOTÍCIA: Três suspeitas de Coronavírus em Camaquã são descartadas 

Na manhã desta terça-feira (24), a reportagem recebeu novas denúncias de locais que funcionam mesmo sem permissão do Governo. Uma internauta, que preferiu não se identificar, relatou que um ferragem localizada próximo ao Instituto Estadual de Ensino Cônego Luiz Walter Hanquet, o conhecido Estadual, segue funcionando normalmente.

Nas ruas, agentes de trânsito e policiais militares farão o patrulhamento para impedir que comércio fiquem abertos irregularmente e para alertar que pessoas permaneçam em suas residências.

Junto à Afubra, o Clic Camaquã iniciou a campanha #fiqueemcasa, para que os moradores enviem seus vídeos mostrando como está sendo sua rotina em quarentena. Os vídeos podem ser enviados para o número (51) 99200-4902. Além disso, também estamos recebendo fotos e vídeos dos camaquenses mostrando como fazer para se prevenir do Covid-19.

 

Sanitização

A Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Camaquã divulgou que ao final da tarde desta quarta-feira (25), a Prefeitura Municipal de Camaquã, em parceria com uma empresa camaquense, irá começar os trabalhos de sanitização em pontos estratégicos da cidade, para desta forma evitar o contágio pelo Covid-19 no município.

Segundo a assessoria, estes trabalhos estarão sendo realizado ao redor da Praça Donário Lopes, como também nos arredores do Hospital Nossa Senhora Aparecida e da UPA 24 horas. A substância que será utilizada é o amônia quaternária, o qual é seguro para a população, sendo totalmente regulamentada pelo Ministério da Saúde.

A sanitização será realizada pelo corpo técnico especializado da empresa Real Expurgo. Se trata de um processo de sanitização, na qual, ocorre a higienização e eliminação de agentes patógenos, que diferentemente da Dedetização, tem o intuito da eliminação de insetos-pragas, etc. Visando o bem-estar da população, vai ser utilizado um produto a base de Amônia Quaternária, que foi utilizado em países como à China, por ter ótimos resultados.

"Vale ressaltar, que essa é a nossa ajuda a população camaquense, onde o serviço realizado será realizado de forma gratuita", disse Mikael Menin, representante da empresa.

 

Primeiro caso

O prefeito Ivo de Lima Ferreira anunciou após a coletiva de imprensa, realizada na tarde desta terça-feira (24), o primeiro caso confirmado de Coronavírus. Segundo ele, a paciente é uma mulher de 58 anos. Durante a coletiva, a Prefeitura não tinha ainda nenhuma confirmação do Coronavírus, em Camaquã. Já no final da coletiva, o secretário da saúde, Luciano Pereira Dias, recebeu uma mensagem da secretária estadual da saúde, Arita Bergmann.

Não foi repassada mais nenhuma informação sobre a paciente, com o objetivo de preservar a identificação da mulher. O prefeito destacou que todos os cuidados necessários já estão sendo realizados e a paciente está isolada.

Durante a coletiva, mais dois casos foram descartados, em Camaquã. Ao todo, nove casos foram descartados e sete seguem em análise no Laboratório Central do Estado do Rio Grande do Sul (Lacen/RS). Segundo o secretário da saúde, Luciano Pereira Dias, ao todo são 62 casos que seguem em monitoramento, em Camaquã.

 

Casos descartados e monitorados

Mais uma coletiva de imprensa foi realizada no Gabinete do prefeito Municipal Ivo de Lima Ferreira. O momento aconteceu na tarde desta terça-feira (24), onde o prefeito Municipal de Camaquã, Ivo de Lima Ferreira, acompanhado do secretário da Saúde, Luciano Pereira Dias realizou a divulgação dos resultados dos demais testes de Coronavírus, em Camaquã.

Segundo o Secretário, cerca de 62 pessoas estão em quarentena na cidade. Estas, apresentam sintomas sem estar no grupo de risco e sem que os mesmos apresentem agravamento. Elas estão em reclusão domiciliar e seguem sendo monitoradas pela Secretaria da Saúde. Caso ocorra o agravamento de qualquer um dos quadros, as mesmas podem passar por teste ou até mesmo serem internadas.

A coletiva trouxe também mais detalhes e esclarecimentos de dúvidas sobre o decreto que impôs o fechamento de comércio, além de novidades na campanha da vacinação que iniciou na segunda-feira (23). A coletiva iniciou com uma boa notícia: mais duas suspeitas de Coronavírus em Camaquã foram descartadas. Agora, são nove casos descartados e sete que seguem em análise no Laboratório Central do Estado (Lacen/RS).

Durante a coletiva, o secretário e o prefeito ainda anunciaram diversas medidas que devem tornar mais rígido o Decreto Municipal de medidas contra o Covid-19. Uma delas é a restrição de horário para idosos nos supermercados de Camaquã. Além disso, eles reforçaram que atividades esportivas coletivas estão proibidas. 

 

União e Prevenção

 Nos últimos dias, o principal assunto na cidade de Camaquã tem sido, infelizmente, o Coronavírus. A epidemia do vírus Covid-19 modificou a rotina dos camaquenses de forma drástica, principalmente a partir do decreto que fechou o comércio local, limitando a abertura apenas dos serviços básicos da comunidade. Desde então, as redes sociais tem sido tomadas por discussões sobre o assunto e diversos pontos preocupantes tem sido abordados.

Um deles, no entanto, não tem recebido a devida atenção: a prevenção. Para que toda a comunidade consiga passar por esta pandemia, é importante que sejam disseminadas informações sobre o que fazer e como se prevenir desta doença. Com isso em mente, trazemos uma reportagem completa com o decreto, o que fazer ao apresentar sintomas e todas as orientações repassadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), além do Ministério da Saúde e da Secretaria da Saúde Estadual.

Durante a manhã deste sábado (21), o programa Controle Geral trouxe entrevista exclusiva com Luciano Pereira Dias, secretário municipal da Saúde e o doutor Tiago Bonilha, diretor técnico do Hospital Nossa Senhora Aparecida de Camaquã. Juntos, eles tiraram diversas dúvidas enviadas pelos internautas durante a transmissão e falaram sobre os principais métodos de prevenção indicados.

Além disso, os profissionais ainda destacaram os procedimentos indicados para as suspeitas de Coronavírus em Camaquã. É esperado um aumento no número de suspeitas e a confirmação de casos em Camaquã. Ainda sim, os camaquenses devem seguir todos os passos indicados para que, desta forma, os danos sejam minimizados o máximo possível.

Confira a entrevista completa a partir de 1h de transmissão:

 

Principais notícias sobre o Coronavírus em Camaquã 

Idosos terão restrição de horário para circular em supermercados de Camaquã: https://bit.ly/3bknLMj

Câmara irá disponibilizar R$4,3 milhões ao Hospital de Camaquã: https://bit.ly/2UADxf5

Novo decreto restringe horário de supermercados e restaurantes de Camaquã: https://bit.ly/2UhAolM

Estacionamento Rotativo está suspenso a partir desta segunda: https://bit.ly/3drgOuW

Para evitar aglomerações, camaquenses podem comprar no Roxo pelo WhatsApp: https://bit.ly/3b8PNKG

Coleta Seletiva reduz rotas durante o período de quarentena: https://bit.ly/2WxN3Ct

Agência do SINE/FGTAS limita atendimentos em Camaquã: http://bit.ly/33BCsrF

Hospital e Prefeitura assinam documento de intenção para implantar UTI de combate ao Coronavírus em Camaquã: http://bit.ly/3dcMEv0

Cartório Eleitoral de Camaquã tem atendimento suspenso até o final de março: http://bit.ly/3dck5hf

Farmácias de manipulação agora podem vender álcool gel: http://bit.ly/2x2bkWB

Camaquenses devem denunciar aumento abusivo do álcool gel: http://bit.ly/2IUakX5

Camaquã tem emissão de documentos suspensa pelos próximos 15 dias: http://bit.ly/33raqz0

OMS não recomenda usar ibuprofeno para tratar Covid-19: http://bit.ly/2UccoPC

Hospital de Camaquã suspende visitas hospitalares: http://bit.ly/3a1FGaf

deixe seu comentário