Esporte

Inter mira reposições para meio-campo e ataque por competitividade em 2020

Medeiros não quis falar sobre saídas de jogadores
09/12/2019 - 11h:03min - Fonte: Correio do Povo

O presidente do Inter, Marcelo Medeiros, afirmou após a vitória sobre o Atlético-MG, na última rodada do Brasileirão, que quer ver na próxima temporada um time mais competitivo. E para garantir que esta virtude esteja presente na equipe a ideia é contratar atletas, priorizando os setores de meio-campo e ataque. 

"Evidente que já iniciamos o planejamento para a próxima temporada. Precisamos de reposições para quase todos os setores. No sábado comunicamos que o Rodrigo Caetano ficará conosco. Nós visualizamos um 2020 mais competitivo do que 2019. Tínhamos uma obrigação em 2017, apresentamos um melhor rendimento em 2018 e, mesmo com a queda de produção deste ano, podemos corrigir esses erros e fazer um 2020 melhor", disse em entrevista coletiva. 

Alinhado com o discurso de competitividade do presidente, o vice-presidente Alexandre Chaves Barcellos declarou que o Inter irá investir. "Vamos ter condições de fazer boas contratações, a nível de titularidade, mas isso vai depender do mercado", colocou. Ele, no entanto, não confirmou chegada de Charles Aránguiz. 

Medeiros não quis detalhar a situação de jogadores como Rafael Sobis e D'Alessandro, que têm história no clube. "Não vou entrar nesta questão de nomes. As avaliações e os diagnósticos estão sendo feitos. E essa conversa também é feita com membros do conselho de gestão, que neste momento estão muito próximos do Rodrigo (Caetano). Agora é uma questão de diagnóstico interno. Todas as vices-presidências irão apresentar relatórios do que foi feito no ano. Viveremos semanas importantes até o Natal para tratar algumas questões com muito carinho", explicou. 

deixe seu comentário