ClicRádio

"Sinto que é minha hora de dar contribuição para a comunidade", diz Kátia Szczepaniak

A empresária que será a segunda mulher a presidir a ACIC na história da instituição concedeu entrevista exclusiva ao comunicador Alvorino Osvaldt durante o programa Controle Geral deste sábado (16)
18/11/2019 - 10h:51min - Fonte:

Na manhã deste sábado (16), o programa Controle Geral, apresentado por Alvorino Osvaldt, recebeu a nova presidente da Associação Comercial e Industrial de Camaquã (ACIC), Kátia Szczepaniak. A empresária que irá suceder Paulo Pankowski esteve no estúdio da ClicRádio para falar sobre a eleição da nova diretoria da ACIC e sobre as ações da entidade.

Kátia iniciou sua entrevista falando sobre a forma com que se deram os rumos da eleição da chapa a qual representava. Durante a última semana, ela foi avisada de que a chapa representada por Marco Pires havia sido retirada do páreo tendo em vista que, de acordo com o estatuto da entidade, o mesmo não poderia concorrer já que fazia parte da diretoria na última gestão.

"Sinto que é minha hora de dar contribuição para a comunidade que sempre nos acolheu"

Ela ainda falou sobre sua motivação a concorrer a presidência da ACIC. Segundo ela, o convite já havia sido feito em outra oportunidade mas no momento, ela optou por não fazer parte da chapa. Nesta vez, ela afirmou sentir-se "na obrigação" de concorrer e que desta vez, está pronta para ajudar a comunidade.

Leia também: Escolas estaduais de Camaquã iniciam greve

Quando questionada pelo apresentador sobre a sequência do trabalho de Paulo Pankowski, ela o descreveu como um presidente empreendedor, que fez muito pela entidade, com destaque para as melhoras "físicas". Ela destacou as reformas feitas na sede da ACIC e a nova casa da ACIC no Parque Dorval Ribeiro do Sindicato Rural de Camaquã.

Kátia será a segunda presidente mulher da história da ACIC. Durante a entrevista, ela ainda falou sobre o relacionamento da ACIC com o Sindilojas e sobre as melhoras que pretende implementar em sua gestão.

Confira a entrevista completa a partir de 1h de transmissão:

deixe seu comentário