Saúde e Bem Estar

HNSA oferece mais de 400 exames gratuitos no Novembro Azul

O PSA (Antígeno Prostático Específico) é um exame que mede a quantidade de proteína produzida pela próstata, que pode significar câncer; SAIBA COMO MARCAR UMA CONSULTA
07/11/2019 - 15h:16min - Fonte: HNSA

A campanha Novembro Azul é um movimento mundial que ocorre para reforçar a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata. Assim como durante o Outubro Rosa não eram exigidas requisições para a marcação de mamografias, o Novembro Azul oferece mais de 600 exames de PSA (Antígeno Prostático Específico). Até o momento, 130 exames já foram marcados.

Para a marcação deste exame, os interessados podem ir até o Hospital Nossa Senhora Aparecida, localizado na rua Cristóvão Gomes de Andrade, 665, no Centro de Camaquã.

O PSA (Antígeno Prostático Específico) é um exame que mede a quantidade de proteína produzida pela próstata. Níveis altos dessa proteína podem significar câncer, mas também doenças benignas de próstata.

Esse exame é solicitado no início das investigações médicas. Além desse, o toque retal também complementam o diagnóstico. Homem, agende seu PSA no Laboratório do HNSA. E lembre-se: Tão importante quanto fazer o exame, é ir buscar o resultado.

Esse tipo de câncer é o segundo mais comum entre os homens brasileiros, de acordo com o INCA (Instituto Nacional de Câncer). Sendo as maiores vítimas homens a partir de 50 anos de idade, além de pessoas com presença da doença em parentes de primeiro grau: pai, filho ou irmão.

Na fase inicial, o câncer de próstata não apresenta sintomas e quando alguns sinais começam a aparecer, cerca de 95% dos tumores já estão em fase avançada, o que acaba dificultando a cura.
A única forma de garantir a cura do câncer de próstata é o diagnóstico precoce.

Mesmo na ausência de sintomas, homens a partir dos 45 anos com fatores de risco, ou 50 anos sem estes fatores, devem ir ao urologista para conversar sobre o exame de toque retal, que permite ao médico avaliar alterações da glândula, como endurecimento e presença de nódulos suspeitos, e sobre o exame de sangue PSA (antígeno prostático específico). Cerca de 20% dos pacientes com câncer de próstata são diagnosticados somente pela alteração no toque retal.

deixe seu comentário