Obras e Infraestrutura

Governo do RS publica decreto para destravar operações tapa-buraco em estradas

Medida restabelece a isenção na cobrança de ICMS para a venda de asfalto ao Estado, podendo beneficiar a rodovia ERS-350 na região de Camaquã
27/08/2019 - 15h:56min - Fonte: GaúchaZH

Um decreto que ajusta a cobrança de ICMS sobre o asfalto foi publicado pelo Piratini nesta terça-feira (27). Por meio desse instrumento, o governo do Estado espera destravar as operações tapa-buraco nas rodovias gaúchas. Na próxima semana, a Secretaria Estadual de Transportes promete agendar novo pregão para compra de asfalto e, assim, tentar retomar a conservação das estradas.

O decreto publicado hoje restabelece a isenção na cobrança de ICMS para a venda de asfalto realizada ao governo do Estado, em toda a cadeia de comercialização. Até então, o governo do Estado já possuía isenção para compra do insumo das empresas. Essas mesmas empresas, porém, pagavam ICMS para comprar o material da refinaria da Petrobras.

A Secretaria de Estadual Transportes avalia que esse desajuste de preços estava inviabilizando a comercialização do insumo, o que fez com que a última licitação terminasse fracassada. A medida, caso concretizada, poderá beneficiar a região de Camaquã através de obras na ERS-350, que é responsabilidade do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (DAER/RS).

Leia também: Equipe realiza marcação de buracos entre Camaquã e Arambaré

Conforme o secretário estadual de Transportes, Juvir Costella, o investimento em compra de asfalto até o final do ano será de cerca de R$ 40 milhões. Com a isenção ajustada, o secretário diz que terá cerca de R$ 12 milhões a mais para investir diretamente nas rodovias.

— Esse recurso será investido em tapa-buraco, manutenção ou até em outras áreas — diz Costella.

O governo vem contingenciando a compra de asfalto para as rodovias gaúchas desde setembro passado. A falta de investimento no setor provoca  problemas de conservação nas estradas, com proliferação de buracos.

deixe seu comentário