Variedades

"Três conchadas de galinha": estudante que viralizou diz que queria "zoar" amigo

Pierre Silva Chagas, 15 anos, viu sua voz se espalhar pelo WhatsApp após enviar mensagem ao colega dizendo o que ele havia perdido no almoço
09/04/2019 - 14h:43min - Fonte: GaúchaZH

De um dia para o outro, Pierre Silva Chagas, 15 anos, viu sua voz se espalhar pelo WhatsApp em uma mensagem de áudio que viralizou. O menino é aluno da Escola Municipal de Ensino Fundamental Frederico Dihl, no bairro Americana, em Alvorada. Depois de notar a falta do amigo Igor Braga, 13 anos, na aula, Pierre resolveu gravar um áudio contando ao colega o que havia perdido no almoço da escola naquela sexta-feira, 15 de março.

— O Igor gosta muito de frango. Aí resolvi mandar o áudio para zoar ele. Tinha perdido a comida favorita — recorda Pierre.

Na mensagem, além de relatar com precisão o que estava sendo servido no refeitório, Pierre ainda narrou a proeza — após a distração da monitora do refeitório, Tânia de Fátima Gomes da Silva, 57 anos — de se servir de mais "três conchadas de galinha, repito, três conchadas de galinha", como bradou o guri no trecho mais popular da mensagem de voz.

Para a monitora, que trabalha há 20 anos na escola, a situação pelo menos retratou algo positivo.

— Mostra que a merenda estava boa, que gostaram da comida — diverte-se ela.

Igor tinha deixado de comparecer na escola naquele dia, pois "dormiu demais", como recorda. Quando pegou o celular e viu o áudio que havia sido enviado por Pierre, ficou preocupado. O tom inicial da mensagem, na qual o amigo diz quer Igor "rateou muito em faltar a aula", o fez acreditar que tinha perdido algo importante naquela manhã. 

— Pensei que tinha tido algum trabalho, prova ou uma matéria nova, mas o assunto era comida — conta o garoto.

Ao decorrer do um minuto de gravação, quando se deu conta da brincadeira, Igor caiu na risada. Mas hoje confessa que se arrependeu de ter pedido as "conchadas de galinha".

— Pelo menos teve arroz com galinha na mesma semana — comemora Igor.

Depois de ouvir a mensagem, o menino mostrou a gravação em casa. Seu padrasto, então, pediu para que compartilhasse a mensagem, mas Igor não achou que o áudio iria viralizar no WhatsApp e em outras redes sociais:

— Ele achou engraçado e queria mostrar só para os colegas de trabalho. Mas aí se espalhou muito.

deixe seu comentário