Mundo Animal

Alergia ao pólen: seu pet tem?

Confira quais cuidados tomar com os animais durante a primavera
25/09/2018 - 09h:05min - Fonte: My Txai - blog de saúde animal

Com a chegada da primavera, alguns cães e gatos podem ser suscetíveis às alergias. As alergias podem ser frustrantes tanto para o cão quanto para o tutor.

Mas essas alergias podem ser controladas e tratadas. Os cães não sofrem com coriza e espirros, mas podem ter reações relacionadas com a pele. Ao inalar pólen, por exemplo, o sistema imunológico dos cães reage desencadeando uma reação atípica.

Ocorre uma hipersensibilidade ou irritação que se manifesta na pele. Isso acontece mesmo que a pele do animal não tenha estado em contato direto com o alérgeno. 

As alergias se desenvolvem geralmente entre os 6 meses e os 4 anos de idade do pet, e tendem a piorar com a idade. Na primavera, há muito mais quantidade de pólen e isto faz com que o seu animal fique ainda pior do que em outra época do ano.

 

Sintomas da Alergia ao Pólen:

Os sintomas da alergia canina incluem infecções do ouvido, pele mutiladas e perda de cabelo. Além de outros comportamentos, como coçar, esfregar o focinho no tapete ou no mobiliário e mastigar seus pés. Já os gatos podem desenvolver asma, rinite, tosse, secreção nasal e ocular. Além disso, alguns felinos podem ter diarreia e vômito.

 

Prevenção:

A prevenção das alergias pode ser feita com banhos regulares, que minimizam o contato do cão com os alérgeno. Sempre que sair para passear em parques, escove o pelo do pet.

Mas, para amenizar os efeitos do pólen, algumas dicas são de grande ajuda, como evitar passeio no início do dia e fim de tarde, onde o pólen  se concentra mais no ar. Dentro de casa, a atenção vai para o pó, tanto da casa como dos objetos do seu bichinho.

 

Tratamento:

Existem shampoos e sprays que ajudam a proporcionar um alívio temporário para o pet. A adição de ômega 3 e ácidos gordos na dieta do cão ajudam a melhorar a alergia.

Os antialérgicos também podem ser utilizados para reduzir os sintomas e melhorar a qualidade geral de vida para o cão afetado. Sempre consulte um veterinário.

Outra maneira de controlar essas condições é usar produtos especializados para sua pelagem e cuidar da pele do seu pet.

 

Cuidados:

Cuidado sempre com plantas, pois existem inúmeras delas que são venenosas e fazem mal aos pets. Caso você use fertilizante, o cuidado deve ser redobrado. Eles são altamente venenosos para os pets, podendo causar um efeito ser tão intenso que pode chegar à morte.

Vale lembrar que a primavera também é temporada de pulgasAlém disso, a Dirofilariose também ficam mais frequentes por causa da maior quantidade de insetos no ambiente.

deixe seu comentário