Mundo

Policiais são confundidos com strippers ao interromperem festa de swing

Confusão ocorreu durante reunião de "troca de casais" em Sierra de los Padres, na Argentina
Por: Elias Bielaski | Publicado: 13/01/2021 às 00:00 | Alterado: 22/04/2021 às 11:06 | Fonte: Com informações de Clarín e UOL
Foto: Clarín / Reprodução
Foto: Clarín / Reprodução

Uma situação inusitada foi divulgada pelo jornal Clarín, da Argentina, nesta quarta-feira, 13 de janeiro. No combate à aglomerações em meio à pandemia de Covid-19, policiais interromperam uma reunião de 'troca de casais', conhecida como festa de swing. O caso ocorreu na cidade de Sierra de los Padres, na Argentina.

De acordo com o site local 0023, os participantes da 'reunião' confundiram os policiais com strippers. A festinha ocorreu na noite do último domingo, 10 de janeiro.

"A situação era muito bizarra, mas dentro de todas as coisas que nos aconteceram isso era engraçado. Todas as pessoas foram muito educadas, mas no começo nos confundiram com o pessoal do show. Eles pensaram que estávamos vindo para atuar como strippers", disse um dos policiais que participou da ação.

De acordo com o relato da Polícia, que chegou ao local a partir de uma denúncia anônima, cerca de vinte casais estavam no espaço, concentrados principalmente ao redor de uma mesa. Eles aguardavam a chegada de strippers contratados por um dos casais. 

Eles ainda relataram ter sido recebidos com sorrisos e outros 'gestos sorridentes'. "Você me deixar com calor", exclamou uma das mulheres durante a chegada dos policiais. Ainda de acordo com a pessoa que realizou a denúncia anônima, eventos semelhantes ocorriam seguidamente no mesmo espaço, que oferecia um pacote completo com direito a alojamento, transporte, alimentação e muitas noites de diversão.

Os oficiais junto com o Subsecretário do município de General Pueyrredón, Gustavo Jara, descobriram que, na verdade, acontecia uma tour sexual que saiu de Mar del Plata e pretendia realizar uma festa de swing no espaço.

Todos os participantes, com idades entre 40 e 50 anos, foram notificados por violar o decreto que impede aglomerações em toda a Argentina. O dono da fazenda onde o evento ocorreu também foi notificado e deverá pagar multa a ser definida pela Justiça Argentina.

Ao final do registro da ocorrência, outra surpresa. Uma das mulheres se dirigiu a um dos policiais e falou: "Que pena! Quando os vi, pensei que a sobremesa tinha chegado".

deixe seu comentário