Esporte

Rogério Caboclo é afastado da presidência da CBF

Dirigente deixa o cargo por 30 dias, acusado de assédio sexual
Por: Sabrina Borges | Publicado: 06/06/2021 às 17:28 | Alterado: 12/06/2021 às 04:05
Rogério Caboclo é afastado da presidência da CBF /Imagem: Lucas Figueiredo/CBF
Rogério Caboclo é afastado da presidência da CBF /Imagem: Lucas Figueiredo/CBF

Rogério Caboclo foi momentaneamente afastado do cargo de presidente da CBF. Ele foi afastado por 30 dias, neste domingo, 6 de junho, devido uma decisão da Comissão de Ética.

Segundo informações, uma funcionária da entidade o acusou de assédio sexual e moral. Rogério Caboclo negou as acusações. A entidade já foi notificada da decisão.

Conheça a Amorosa, uma das cachorrinhas que está disponível para adoção na ARCA
Fortaleza x Inter: Colorado segue sem vencer no Brasileirão

Antônio Carlos Nunes, que o vice mais velho da entidade, vai assumir o cargo durante o período de afastamento. Uma reunião entre os diretores e vice-presidentes foi convocada para acontecer na manhã desta segunda-feira, no Rio de Janeiro.

Caboclo deve cuidar de sua defesa e sair de cena por um tempo. Ele foi pressionado por patrocinadores e outros dirigentes da confederação. Tite e o grupo de atletas prometem se manifestar na terça-feira sobre a realização do torneio no país.

A funcionaria que fez a denuncia, afirmou ter provas de todos os fatos que denunciou. Entre as acusações, a mulher afirmou que Caboclo questionou se ela se masturbava e tentou lhe obrigar a comer um biscoito para cachorro, enquanto chamava ela de cadela. 

Além disso, a mulher relatou que ele consumia álcool durante o expediente e a obrigava a esconder as garrafas no banheiro. De acordo com o relato da mulher, Caboclo queria controlar com quem ela falava na CBF e como se vestia. 

Caboclo teria oferecido dinheiro para que a funcionaria escondesse os episódios de abuso e não revelasse nada. Ela não aceitou a proposta e fez a denuncia. 



deixe seu comentário