Esporte

Fifa anuncia sede do Mundial de Clubes de 2022

Gianni Infantino, presidente da Fifa, confirmou que Mundial de Clubes será nos Emirados Árabes Unidos
Por: Celiomar Garcia | Publicado: 20/10/2021 às 17:33 | Alterado: 26/10/2021 às 01:10
Foto: REUTERS/LEONARDO FERNANDEZ VILORIA
Foto: REUTERS/LEONARDO FERNANDEZ VILORIA

Na quarta-feira (20), a Fifa enfim confirmou que o Mundial de Clubes será disputado nos Emirados Árabes Unidos, mais de um mês depois de o Japão desistir de receber o evento, em razão da pandemia de Covid-19. Porém, a entidade ainda não definiu a data exata da competição, que será realizada entre janeiro e fevereiro de 2022.

>Craquinho joga por empate na partida de volta, em Rio Pardo<

Palmeiras ou Flamengo estarão representando o futebol brasileiro em mais um Mundial. As duas equipes decidem a Copa Libertadores da América no dia 27 de novembro em Montevidéu, no Uruguai. O campeão sul-americano entra no torneio mundial com status de segundo favorito, atrás do último campeão europeu, no caso o Chelsea.

>Jair Ventura é anunciado como novo técnico do Juventude<

A equipe egípcia do Al-Ahly, campeão africano, e o neozelandês Auckland City, representando a Oceania estão confirmados. Ainda não foram definidos os vencedores da Liga dos Campeões da Ásia, da Concacaf e do próprio país-sede do evento. O último campeão mundial foi o Bayern de Munique.

>Transferida para sábado (23/10) a 1ª Rústica Correndo para o Futuro<

Diversos países se candidataram a receber o torneio, até mesmo o Brasil. O prefeito Eduardo Paes anunciou publicamente que o Rio de Janeiro entrara na briga, mas acabou ficando para trás na disputa nas últimas semanas. O Mundial de Clubes poderá ser disputado no atual formato pela última vez em 2022. 

>Champions: Barcelona vence o Dínamo de Kiev com gol de Piqué e conquista a primeira vitória na competição<

Nos últimos anos, a Fifa vem elaborando mudanças profundas no torneio para receber um número maior de clubes, até 24, principalmente da Europa. Ele poderá ser disputado a cada dois ou quatro anos. Entre idas e vindas, a proposta já gerou polêmica e a entidade máxima do futebol mundial não avançou com a ideia.

Assista de segunda à sexta-feira, das 12 às 13h, pela ClicRádio, o Programa A Hora e a Vez do Esporte com Celiomar Garcia.

deixe seu comentário