Esporte

Camaquense atinge índice para disputar Troféu Brasil de Atletismo

Atleta Renan Barckfeld Correia disputará a principal competição entre clubes da América Latina
Por: Elias Bielaski | Publicado: 02/05/2021 às 12:21 | Alterado: 09/05/2021 às 23:25
Fotos: Arquivo Pessoal / Divulgação
Fotos: Arquivo Pessoal / Divulgação

O atleta camaquense Renan Barckfeld Correia irá disputar o Troféu Brasil de Atletismo 2021. O troféu é considerado a principal competição interclubes da América Latina, reunindo centenas de equipes e atletas.

Na última quarta-feira, 28 de abril, ele foi o convidado do dia no programa A Hora e a Vez do Esporte, apresentado por Celiomar Garcia na ClicRádio. Renan falou sobre sua trajetória no esporte, suas motivações e seus objetivos como atleta.

Para a reportagem do Clic Camaquã, Renan contou que a preparação para o Troféu Brasil começou 126 dias atrás , planejando o índice que foi atingido no final desta semana.

"Nesse período todo de treinamento foi bem puxado. Tinha semanas que chegava a treinar 160km na semana treinando 2x por dia. Teve treino que cheguei atingir 28km apenas num dia de treino. Mas hoje vejo que tudo deu certo", contou Renan.

O atleta destacou que a data limite para atingir o índice estava se aproximando e com isso, os treinos ficavam cada vez mais intensos:

"Eu tinha até 16 de maio para correr o índice que é de 14:58s para 5.000m. Sexta-feira, dia 30, foi dia de colocar tudo em prática. Graças a Deus, deu tudo certo. Consegui atingir 14:53 nos 5.000m"

Figurando no pelotão de frente das principais competições do Brasil, Renan participou do programa por telefone e falou sobre sua trajetória no esporte. Renan falou sobre o início da sua trajetória, quando ainda adolescente começou a correr pela equipe da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc).

Receba as notícias do Clic Camaquã no WhatsApp.

Depois disso, correu pela equipe Pé de Vento, no Rio de Janeiro e pela Sociedade de Ginástica de Porto Alegre (Sogipa), em Porto Alegre.

Atualmente, atua pela equipe ANR/Unimed Noroeste/RS. Em relação às suas motivações, Renan destacou o apoio do pai: "O meu pai é o meu ídolo", ressaltou.

"Tô muito feliz. Mais um ano vou está entre os melhores do País na competição mais forte da América Latina", destacou o atleta treinador por Leonardo Ribas, que competirá entre 3 e 6 de junho, em local ainda a definir.