Colunistas
Celiomar Garcia - A Hora e a Vez do Esporte
Por Celiomar Garcia - A Hora e a Vez do Esporte
Apresentador da ClicRádio

Copa Santa Auta de Futebol Sete - Uma História de Campeões - Capítulo 5

Publicado: 01/04/2021 às 09:43 | Fonte: Celiomar Garcia

Os anos passavam muito depressa e em 1996, já estávamos na Edição de número 05 da Copa Santa Auta de Futebol Sete. A competição seguia levando cada vez mais público e um número maior de equipes ao Campo do Santos, em Santa Auta e desta forma firmava ainda mais a parceria com a Prefeitura de Camaquã, através da organização da Secretaria Municipal de Turismo e Desporto em parceria com a Liga Camaquense de Futebol Sete.

Esta edição também foi marcada pela primeira transmissão Ao Vivo através da Rádio Camaquense e que culminou na estreia do narrador Cléo Oberti Martins. Outro fato que ocorreu em 1996, foi a primeira edição da escolha da Rainha da Competição, evento organizado pelo Radialista Gustavo Flores (Rádio Camaquense).

Com arbitragem de João Carlos Possera, auxiliado por Ozi Cardoso (In Memorian) e João Batista de Oliveira, tendo como mesário José Edison Tavares (In Memorian), o nosso popular Cardeal, a finalíssima foi entre Sete de Setembro e Chester, jogo disputado num domingo, dia 14 de Julho.

O Sete de Setembro levou a melhor e venceu por 3 a 1. Luis Cleomar, o Goma, marcou os três gols do mais novo Campeão. Didi descontou para o Chester, que pelo segundo ano consecutivo amargava o vice campeonato.

O técnico Sérgio escalou o Sete de Setembro com Chimbé, Régis (Jean), Paulinho Johnson (Bica), Jair, Kiti, Nisso e Goma. Já o saudoso técnico Ademir Francisco Sodré, o popular Nega, escalou o Chester com Cravino, Xaveirinho, Japa, Didi, Crocodilo, Robe e Marco Antônio (Elissandro).

A competição teve a disputa de 57 jogos com 221 gols marcados. A defesa menos vazada ficou com o Chester que sofreu apenas 10 gols. O ataque mais positivo foi do Sete de Setembro com 32 gols marcados. O artilheiro da competição foi o atacante Goma (Sete de Setembro) com 16 gols.

A organização inovou naquela edição e promoveu a escolha da Seleção do Campeonato que ficou formada pelos seguintes atletas: Gilmar (Cruzeiro), Xaveirinho (Chester), Ary (Cruzeiro), Didi (Chester), Crocodilo (Chester), Nisso (Sete de Setembro) e Goma (Sete de Setembro).

Além do Sete de Setembro, Campeão da Força Livre, o Chester foi Campeão Mirim empatando com o Cruzeiro por 2 a 2, o Sindicato conquistou o título Veterano ao empatar com o Chester por 1 a 1 e o União sagrou-se Campeão Feminino ao derrotar o Alma Nova por 2 a 0.

Todos os Campeões
01 - 1992 - Armélio Wingert - Campeão
02 - 1993 - Juventude - Campeão
03 - 1994 - Avenida - Campeão
04 - 1995 - Cruzeiro - Campeão
05 - 1996 - 7 de Setembro - Campeão

A edição de número 06 ocorreu no ano de 1997 e na próxima semana iremos relembrar o primeiro título conquistado pelo Chester.