Colunistas

A Arca de Noé

07/09/2018 - 11h:20min
Nelson Egon Geiger

Segundo o Livro do Genesis (6-14,15), Deus determinou a NOÉ que construísse uma grande embarcação, chamando-a de ARCA inclusive dando-lhe as medidas que deveria conter. E, até, a forma como faria para impermeá-la: com betume.

Por ser um derivado do petróleo encontrado na natureza, embora atualmente possa ser feito artificialmente, o produto tinha origem nos fósseis dos monstros pré-históricos, Ou seja, quando Deus determinou “fiat lux” (Gen. 1-3) para, depois, em seis dias criar todos os demais seres, antes do homem, passaram-se nesses seis dias. milhões de anos. Tanto que já existiam fosseis dos animais gigantescos capazes de permitir a geração de petróleo e seus produtos, como o betume.

Desta forma não há necessidade de procurar nenhum “elo perdido’ como concluiu Charles Darwin na sua teoria evolucionista. A evolução biológica existe. Todavia não na forma total como pretendeu Darwin. Embora correta a maneira como se desenvolveram membros do físico dos reinos animal e vegetal. Nesses milhões e milhões de anos. Tempo de difícil calculo, em razão da nossa limitação em compreender o infinito. Como existe erro temporal para se calcular o correto tempo do paraíso até hoje.

E da criação do homem na imagem e semelhança do Criador (Gen. 2-7), embora com muito mais perto da exatidão, eis que nem a Atlântida está longe de Adão. Nossa história do homem com a intervenção Divina deve remontar a 10 ou 11 anos antes de Jesus Cristo.

No tempo em que viveu Noé, portanto, a história do homem já tinha alguns milênios. E daí em diante pode ser medida, como muito mais proximidade das datas certas até hoje. Passando pelo Egito, a Suméria, e outras antiguíssimas civilizações.

Bem, mas o que interessa neste artigo é a Arca de Noé. Por quê? Porquanto a Comunidade Cristã de Camaquã promoveu o despertar das crianças entre 02 e 09 anos exatamente com a lembrança daquele fato bíblico que trata do dilúvio. E no último dia 26 encenou um pequeno teatro, no cultinho infantil remontando àquela história. Encantando e, antes de mais nada, despertando a curiosidade infantil. Com fantasias de animais e aves. Excluídos, evidente, os peixes que não estavam agasalhados na Arca.

Excelente trabalho para formar e firmar nas crianças a busca da história do homem através da Bíblia. Que embora não sendo o único registro escrito da trajetória da humanidade, é o mais antigo. Pois os hieróglifos egípcios nas suas construções, e livros como o Veda e o Mahabharata, ambos indús., também registrando história humana, são todos mais recente do que a criação bíblica. Não é verdade?

deixe seu comentário