Colunistas

Prefeito muda Infraestrutura

12/11/2019 - 09h:58min
Alvorino Osvaldt - Controle Geral

Nesta segunda-feira o Prefeito Ivo de Lima Ferreira, surpreendeu a comunidade anunciando a troca de seu Secretario de Infraestrutura. Sempre que conversamos com o ex-secretário Rafael de Moura tivemos dele a melhor das impressões. Trata-se de um profissional que tem formação e sabe o que faz. Se mais não fez na Infra é porque teve limitações orçamentárias, o que se vê em todos os municípios. Segundo explica o Governo a troca deveu-se em razão do claro que existia na Secretaria Especial de Governo, que agora será suprida por Moura, que além da nova secretaria ainda ficará responsável pela Usina de Asfalto, área que domina e é a “Menina dos Olhos” do Prefeito Ivo. A proposito, a Licença de Instalação da usina está prestes a ser concedida, segundo a administração Municipal. Sobre o novo Secretário, nosso Amigo Sergiomar Cardoso, trata-se de profissional de larga experiência, que já ocupou a secretaria por diversas vezes e em, no mínimo, tres governos, mais do que apto para exercer estas funções. Além de ser um forte aliado político que poderá auxiliá-lo nas próximas eleições! Desejamos sucesso ao Sergiomar.

Preparem-se para o Rotativo

A empresa vencedora da licitação está em adiantado trabalho de demarcação dos locais onde ocorrerá o estacionamento rotativo em Camaquã. Nos próximos dias deverá estar funcionando na comunidade este desejo antigo dos empresários e do Sindilojas Costa Doce, que com certeza irá melhorar as condições de estacionamento no centro da cidade, que como sabemos, apresenta sérias dificuldades no momento. Já funcionando com bons resultados em diversas cidades do interior do Estado, o Estacionamento Rotativo apresenta-se como de grande importância para garantir um fluxo contínuo de vagas disponíveis nas cidades.  Também conhecido como zona azul, em geral, ele é criado nos centros urbanos para melhorar o tráfego de veículos nesses locais e a disponibilidade de vagas, permitindo que as pessoas possam estacionar e realizar seus afazeres nas áreas próximas. Esse modelo impõe regras e limites para estacionamento na via pública, alinhado ao meio-fio da calçada. Como é rotativo, o objetivo é que as pessoas parem por um período preestabelecido de tempo e permaneçam pequenos períodos nas vagas, de forma a liberá-la para que outras pessoas possam estacionar e tenha-se assim um fluxo contínuo.  A legislação não exige especificamente que o estacionamento rotativo seja pago, no entanto, essa opção faz com que haja maior rotatividade dos veículos, pois o motorista só paga pelo tempo estritamente necessário para desempenhar as atividades que precisa na região. Aguardemos o seu funcionamento por aqui!

Prá você pensar:

“Mudanças são necessárias. Reciclagem não é só no meio ambiente, mas também no ambiente do nosso ser”. (Daniel Carvalho de Oliveira)

 

Camaquã (RS), 11 de novembro de 2019.  

Alvorino Osvaldt

deixe seu comentário