Colunistas

O Cuidado com as Finanças

18/06/2019 - 16h:38min
Alvorino Osvaldt - Controle Geral

Jane Leite, SM da Fazenda do município de Camaquã foi uma das convidadas do Controle Geral do último sábado, na Clic Rádio. Trouxe aos nossos ouvintes e internautas informações de grande importância sobre as finanças municipais, especialmente no que diz respeito a arrecadação e aplicação dos recursos em obras municipais, chamando atenção para o fato do cuidado que é preciso ter com os gastos a fim de que a administração não venha a ser penalizada com aplicações que possam vir a ser consideradas inadequadas.

A Secretária informou que com respeito ao IPTU muitos quitaram o imposto dentro do prazo, outros, porém deixaram de fazê-lo e existem contribuintes em atraso com o IPTU num montante de R$ 12,2 milhões, o que prejudica o município, pois esses valores são necessários para realização de obras. Disse que a comissão que estuda o Código de Posturas do município está revendo a questão dos ambulantes.

Este assunto que causa muita polêmica na cidade, possivelmente terá uma solução, pois o que se pretende é criar um local apropriado para a colocação destes comerciantes. Acic e Sindilojas tem se pronunciado a respeito procurando auxiliar na busca de uma solução que satisfaça as partes.

Acompanharam a Secretária os fiscais Tributários Marcelo Boeira e Adriana da Silva Baiesdorf, esta última falou sobre a importância da Nota Fiscal Eletrônica. Adriana aludiu que qualquer mudança gera desconforto e não foi diferente com a migração de dados que trará vantagens com a sua implantação. Os problemas iniciais já foram superados e o sistema está operando normalmente.

Feriados desagradam
Sempre que acontecem muitos feriados e principalmente feriadões, em razão de feriados municipais, existe um clamor das entidades empresariais no sentido de que se diminuam o numero destas, pois causam prejuízo aos comerciantes. Alegam que os consumidores daqui viajam e acabam comprando foram o que poderia ser feito aqui. Não deixam de ter certa razão, mas não há muito que mudar.

O que poderia acontecer seria a troca de alguns, porém muitos são feriados religiosos e não é fácil negociá-los. Mesmo assim Sindilojas e ACIC gostariam de alterar certos pontos facultativos que em nada contribuem com nossa economia. O Governo Municipal, porém conta com estes para diminuir suas despesas e não pode ser criticado por isto. Cada um precisa cuidar de sua seara.


Prá você pensar:

“Conselho para este final de semana prolongado; a moderação é uma excelente mãe compassiva, valorize não só a sua vida, mas a vida das outras pessoas também”. (Gil Nunes)

Camaquã (RS), 17 de junho de 2019.

Alvorino Osvaldt

deixe seu comentário