Colunistas

A escolha mais acertada para a vaga

18/03/2019 - 17h:26min
Mateus Lopes - Nissul Renault

Coordenadora de RH elabora com gestores uma estrutura para entrevista de seleção nas concessionária

De acordo com Peter Drucker (2010), "não existem decisões mais importantes dentro de uma organização do que as que envolvem pessoas: preencher vagas para um cargo, colocar pessoas em cargos e atribuições, promovê-las, despedi-las e assim por diante". Neste sentido, uma política de recrutamento e seleção precisa estar alinhada ao conjunto de valores culturais da empresa e dos potenciais candidatos. Os recursos humanos são os funcionários, de que uma organização precisa para oferecer bens e serviços de alta qualidade aos clientes.

O mercado brasileiro, em especial o setor da distribuição de veículos, a concorrência é acirrada, recrutar e selecionar pessoas certas para posições certas é imprescindível para que a empresa alcance seus objetivos com desempenho superior. Partindo do princípio de que toda e qualquer empresa precisa estar bem preparada para enfrentar os desafios da competitividade, com toda a sua dinâmica e sua complexidade na busca pela sustentabilidade do negócio. Isso certamente passa pela capacidade dela em atrair e reter os talentos necessários ao alcance de seus objetivos estratégicos de longo-prazo. A busca constante por recrutar e selecionar as pessoas certas para as posições certas pode ser considerado o principal paradigma da moderna gestão com pessoas.

Claudia Sittoni, coordenadora de RH da Fenabrave/Sincodiv-RS ofereceu no dia 13 de março mais uma edição do Treinamento Entrevista de Seleção. Na sala, gestores dos diversos setores de uma concessionária e profissionais de Recursos Humanos da distribuição de veículos com a difícil tarefa de fazer a escolha mais assertiva com um currículo e um tempo determinado para conhecer o candidato. Cláudia abordou com os participantes as competências técnicas e as comportamentais e através de grupos foi possível montar diferentes abordagens para os setores e vagas. Cláudia também auxiliou os profissionais na identificação dos perfis comportamentais e elaborar os questionamentos com base nas vivências do entrevistado e com foco na realidade da empresa.

"Para cada cargo de uma concessionária, é preciso um roteiro diferente na hora de fazer uma entrevista de seleção. É imprescindível que o gestor faça um levantamento bem específico para encontrar competências técnicas e comportamentais para a vaga.Nosso mercado não é para amadores, é para profissionais. Profissionalizar um método de entrevista mais assertivo é fundamental", comenta Sittoni.

deixe seu comentário