Colunistas

A árvore no perímetro urbano

29/10/2018 - 09h:01min
Renato Zenker - Meio Ambiente

Cultivar o verde nas zonas urbanas é uma necessidade que o homem precisa desenvolver cada vez mais, isso porque é dos vegetais que depende a vida na terra, muito mais quando se trata de aglomerados humanos. Para criar o que chamamos de pulmão verde, é preciso plantar mais árvores nas cidades. As árvores devem estar presentes com regularidades nas ruas e nos espaços de lazer, como parques e praças, para que as cidades tenham um ar mais puro e uma paisagem mais alegre e harmoniosa.

      Essa busca por áreas verdes não deve ser apenas dos poderes públicos. Ela é sua, também. Plante árvores adequadas aos espaços disponíveis, tanto pelo porte, como pela floração. A árvore não pode ser um estorvo e nem entrar em conflito com os equipamentos urbanos. Proteja sempre as árvores do seu quintal e da frente de sua casa. Lembre-se, a árvore é um ser vivo, e, portanto, não pode ser mutilada.

     Para entender a real necessidade da presença da árvore, vamos tecer comentários sobre as suas funções, todas elas ligadas a copa, por essa razão não se admite poda radical na arborização nas cidades. O que pode ser feito é substituição das árvores da cidade por espécie mais adaptada ao local. Vamos às funções das árvores, isoladas ou agrupadas:

     Auxiliam nas atividades turísticas, tanto nas áreas de lazer com em geral tornam as cidades mais atrativas, mais belas e aprazível. Elas são verdadeiras “máquinas” complexas e silenciosas, que auxiliam na despoluição do ar. Segundo pesquisas feitas na Alemanha, as ruas arborizadas possuem quatro vezes menos de particulados (poeira), comparado às ruas sem arborização. A presença da árvore funciona como barreira de ruídos. As árvores aproximam as pessoas da Natureza, que se admiram e se comprazem com suas belezas naturais. A presença das árvores em agrupamentos, aproximam as mínimas e as máximas temperatura locais, elas produzem sombras, com isso, cria um microclima agradável, com uma sensação branda das variações de temperatura, aumentam a umidade relativa do ar, são capazes de transferir água do solo para a atmosfera em forma de vapor, esse processo se chama evapotranspiração. Forma quebra ventos naturais que protegem os equipamentos urbanos e as residências. As árvores protegem em parte o homem das radiações normais numa cidade. Uma cidade arborizada favorece o culto às tradições ligadas à floresta. As folhas das árvores e seus ramos, retardam os efeitos das enxurradas, porque retém grande quantidade das águas das chuvas na superfície das mesmas, deixando-as fluir lentamente de suas copas até chegar no solo. Finalmente, talvez as duas funções mais importantes das árvores nos aglomerados urbanos e que merecem serem destacadas são: propiciar ao homem conforto espiritual, sua presença minimiza os efeitos dos desertos de cimento, que representam os conjuntos das construções de uma cidade e aumentar a presença do oxigênio produzido pela Fotossíntese, responsável por manter os seres vivos em geral.

      Vejam vocês a diversidade nas funções da árvore nas cidades, mas é necessário grifar, que todas elas estão ligadas as suas copas, portanto não pode ser feito a poda radical, essa é a mensagem que ficar como um alerta para a população em geral. No próximo texto vamos desenvolver o tema Saneamento Básico e sua importância para as cidades e interior. Continuem nos prestigiando.   

deixe seu comentário