Colunistas

Se 2020 foi o ano da pandemia... 2021 deve ser o ano da vacina

01/01/2021 - 18h:57min
Catullo Fernandes - Arte, Cultura e História

Se 2020 foi o ano da pandemia...

2021 deve ser o ano da vacina

Foi um ano de muitas dúvidas e incertezas, mas que trouxediferentes lições para toda a humanidade. Um vírus invisível, que atende cientificamente por Covid 19, contagiou milhões de pessoas, ceifou milhares de vidas, abalou a economia mundial, e mudou hábitos e costumes. Mas como diz o ditado antigo: depois da tempestade sempre vem a bonança. Se 2020 foi o ano da pandemia possivelmente 2021 será conhecido mundialmente como o ano da vacina.

Contudo um fator é determinante para que o planeta avance neste e nos anos vindouros. Primeiro é necessário um olhar mais responsável para com o meio-ambiente e ato contínuo mais empatia entre os seres humanos. Cuidar da nossa casa - a mãe Terra - é o primeiro passo. Também é preciso, e urgentemente, que o negacionismo perca território. Inadmissível que no século XXI, em pleno terceiro milênio ainda haja quem acredite em terraplanismo, e que por fanatismo e ignorância possam pôr em dúvida os avanços da ciência.

Dizem os negacionistas que 2020 será um ano marcado pelo descrédito da imprensa e dos meios de comunicação. Realmente não temos os veículos mais confiáveis, mas daí a valorizar sites comprometidos com política e religião, dirigidos por jornalistas oportunistas é admitir que as universidades, que formam os mais diversos profissionais, devem ser extintas.

Sem querer parecer irônico diria que a classe mais desacreditada deste ano pandêmico foi a dos videntes. Com raríssimas exceções os adivinhadores do futuro caíram no descrédito. Simplesmente em seus oráculos de fim de ano não previram uma coisa tão grandiosa quanto esta pandemia, que atingiu todos os continentes.

Outra categoria que só faz aumentar o seu descrédito, obviamente, é a classe política. O contexto nacional de enfrentamento à pandemia resultou em um vexame mundial, onde um presidente negacionistasequer conseguiu entendimento com governadores e prefeitos. Resumo da ópera: enquanto muitos países já estão vacinando seus compatriotas o Brasil ainda não fez a licitação para a compra das seringas e agulhas.

Diante deste quadro de tantos desencontros deseja-se para 2021 um novo momento de paz e harmonia, e que os povos de todas as nações tenham aprendido alguma coisa positiva com este capítulo único da odisseia humana na Terra. Que o corona vírus nos deixe a lição de queum mundo mais solidário é possível, e que a fé e a ciência possam a partir de agora caminhar de mãos dadas.

 

Clic Frase da Semana:Você tem um novo livro com 365 páginas em branco te esperando...” (Anônimo)

 

ANO NOVO

Pudera eu viver

a sutileza ingênua destes calendários

que dão adeus

ao ano velho e na trajetória

que o conduzem ao sepulcro

já brindam o ano novo

(que será único naquele instante)

reinará altivo durante aqueles dias

e depois terá o mesmo funeral

com o mesmo ritual

de seu antecessor

... ano morto!

ano posto!

 

clic-criarte-ano-novo

deixe seu comentário