Colunistas

Retorno a atividade

20/04/2020 - 17h:11min
Alvorino Osvaldt - Controle Geral

Aos poucos a cidade começa a se movimentar novamente, muito trânsito de pessoas nas ruas, porém pouca comercialização que poderia auxiliar a saída da crise por aqui. Dizem, não vi, que o movimento da cidade no domingo foi demasiado grande. Todavia, no domingo, ele estava fechado, portanto nada de efetivo para melhorar a questão financeira do comercio e da indústria local. Vejo muitas lojas encerrando suas atividades, as pequenas, porque o grande empresário tem outras fontes para se manter ativo. A crise os afeta, entretanto não da mesma forma do que aos micro e pequenos que, na maioria das vezes, não possuem forças para continuar o seu negócio e acabam desativando a sua atividade. Cedo ou tarde todo empreendedor vai passar por uma crise. É uma situação inerente ao capitalismo, que em dados momentos se encontra com o esgotamento de alguns modelos ou então sofre com algum choque completamente não programado, caso do coronavírus.  Tão importante quanto entender os efeitos de uma crise, é extremamente relevante ter mapeado alguns possíveis cenários de retomada, momento em que surgem diversas oportunidades de negócio. Se você está em um “buraco”, o que mais tem de relevante é saber como vai sair dele. Diferentemente de quedas pontuais em setores específicos, a crise econômica tende a impactar todos os setores (ou pelo menos a maioria absoluta deles) e se enquadrar no que conhecemos como risco sistêmico do mercado. Justamente por isso se torna mais difícil se proteger contra ela, tanto para consumidores quanto para empresas, pois a crise tem impacto direto sobre todas as relações comerciais estabelecidas. Nesta hora de tantas dificuldades se faz necessário buscar o apoio das entidades de classe, buscar conhecimento através da formação profissional e ter em mente que as dificuldades passam e com a criatividade inerente a cada empreendedor que busca conhecer melhor a sua atividade, sairão do outro lado com sucesso e com folego para superá-las. Boa sorte a todos!

Prá você pensar:

“Seja forte, seja confiante em si mesmo, tenha pensamento positivo, dias melhores virão, se não for hoje ou amanhã, será depois, mas chegará, confie em Deus, ele não faz nada em vão”. (Paula Andrade)

 

                                                           Camaquã (RS), 20 de abril de 2020

                                                                       Alvorino Osvaldt

deixe seu comentário