Carros e Motos

Audiência Pública vai debater contrato entre o Governo Federal e a Ecosul

A audiência, que ocorrerá às 14 horas da próxima segunda-feira (10), foi proposta pelo deputado Pedro Pereira (PSDB)
Por: Elias Bielaski | Publicado: 10/05/2021 às 08:45 | Alterado: 17/05/2021 às 23:14 | Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
Foto: Ecos
Foto: Ecos
Foto: Rafael Ribeiro / Assembleia Legislativa
Foto: Rafael Ribeiro / Assembleia Legislativa

A intenção da Empresa Concessionária de Rodovias do Sul (Ecosul) de prorrogar o contrato com o governo federal, para continuar administrando rodovias Federais do Rio Grande do Sul, será o assunto de uma audiência pública conjunta entre as comissões de Assuntos Municipais e de Economia, Desenvolvimento Sustentável e do Turismo.

Inscreva-se no canal do Clic no YouTube.

A audiência, que ocorrerá às 14 horas desta segunda-feira (10), foi proposta pelo deputado Pedro Pereira (PSDB) e será transmitida pelo YouTube da TVALRS.

“Vamos discutir o que a Ecosul pretende, já que faltam cinco anos para o término deste contrato e eles já estão trabalhando por sua prorrogação. A empresa é responsável por 457,3 quilômetros de estradas da Região Sul", lembrou o deputado.

O parlamentar afirma que é preciso entender o que já está sendo tratado entre a Ecosul e o Governo Federal. “Queremos a redução dos valores do pedágio. Vamos exigir que a BR-392 entre Pelotas e Santana da Boa Vista seja duplicada.

Essa rodovia é a mais utilizada para o escoamento da produção agrícola do Rio Grande do Sul. Vamos brigar por investimentos”, afirmou Pedro Pereira.

Receba as notícias do Clic no seu celular.

"A BR-116, entre Camaquã e Jaguarão e a BR-392, entre Rio Grande e Santana da Boa Vista. São cinco praças de pedágio e, em cada uma dessas praças, é cobrado R$ 12,30 de automóveis. Um valor absurdo. O mais caro do Brasil”, finalizou Pedro Pereira.
deixe seu comentário