Campo em Dia

Zé Nunes cobra do Governo do Estado o crédito emergencial para agricultura familiar

Para o parlamentar, o governo precisa fazer algum aceno financeiro para o setor, já que quase 30% do PIB gaúcho está relacionado ao segmento
Publicado: 05/10/2021 às 16:43 | Alterado: 12/10/2021 às 15:20 | Fonte: Assessoria de Imprensa e Comunicação
Foto: Divulgação/ Assessoria de Imprensa Zé Nunes (PT)
Foto: Divulgação/ Assessoria de Imprensa Zé Nunes (PT)

Nesta terça-feira (5), o deputado estadual Zé Nunes (PT), cobrou do governo do Estado, atitude em relação ao PL 115/21, apresentado em maio, pela bancada do PT, que prevê o auxílio às famílias de agricultores e camponeses atingidas pelos efeitos da estiagem e da pandemia de Covid-19.

"Até agora, o governo do Estado nada fez em relação ao crédito emergencial para agricultura familiar. Durante a Expointer, o secretário-chefe da Casa Civil, Artur Lemos, se comprometeu com este auxílio", lembrou Zé Nunes.

Para o parlamentar, o governo precisa fazer algum aceno financeiro para o setor, já que quase 30% do PIB gaúcho está relacionado ao segmento, que também é a principal atividade econômica da maioria dos municípios gaúchos. "Não podemos abrir mão desta atenção. Santa Catarina e Paraná estão muito à frente do RS, porque possuem políticas de setor, políticas regionais, porque pensam no desenvolvimento.

No RS, a única proposta é a oferta do patrimônio. Este não é o caminho. Devemos pensar e promover o desenvolvimento, investir na atividade produtiva e a agricultura familiar é das mais importantes. Estamos aguardando uma proposta do governo", criticou.

deixe seu comentário