Campo em Dia

Ministério da Agricultura anuncia abertura do mercado mexicano ao arroz brasileiro

Este ano, o volume de arroz brasileiro autorizado a entrar no México com tarifa zero aumentou de 30 mil para 75 mil toneladas
Por: Elias Bielaski | Publicado: 28/04/2021 às 09:37 | Alterado: 05/05/2021 às 22:25 | Fonte: ASCOM - MAPA
Imagem Ilustrativa. Foto: Divulgação
Imagem Ilustrativa. Foto: Divulgação

O Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga), vinculado à Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (SEAPDR), foi comunicado oficialmente pelo Departamento de Promoção Comercial e Investimentos do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) sobre a abertura de cota por parte do México para a importação de 75 mil toneladas de arroz em casca até dezembro deste ano.

O Mapa encaminhou correspondência ao Irga nesta terça-feira (27), solicitando à autarquia reforço na divulgação da notícia junto ao setor orizícola gaúcho, levando em conta o desempenho da safra 2020/2021.

Receba as notícias do Clic Camaquã no WhatsApp.

“A informação já era conhecida desde setembro do ano passado, mas ainda faltava confirmação. Com essa divulgação agora por parte do Mapa, nos possibilita a busca deste mercado, principalmente por se tratar de arroz em casca.

Com a boa colheita, a produção total será um pouco acima da safra anterior, mantendo o abastecimento, viabilizando a exportação e regulando o mercado”, acrescenta o diretor comercial do Irga, João Batista Camargo Gomes.

O México comunicou ao Governo brasileiro, no ano passado, a aprovação do Certificado Zoossanitário Internacional proposto para a exportação de ovos de aves, subprodutos e partes. Ao mesmo tempo, informou o Brasil sobre a abertura de cota tarifária plurianual para a importação de arroz com casca.

Inscreva-se no canal do Clic Camaquã no YouTube.

Em 2020, o volume do cereal autorizado a ingressar no México com tarifa zero era de 30 mil toneladas. Neste ano, a cota aumenta para 75 mil toneladas.