Campo em Dia

Estiagem: Região sul do país pede ajuda para minimizar prejuízos da falta de chuvas

Gilkiane Cargnelutti participou do programa Campo em dia e falou sobre a reunião que ocorreu ontem para apresentar os cenários e as demandas; saiba mais
Por: Sabrina Borges | Publicado: 04/01/2022 às 11:02 | Alterado: 10/01/2022 às 07:15 | Fonte: Agrolink

Todas as semanas a jornalista e assessora de imprensa, Gilkiane Cargnelutti, tem participação garantida na ClicRádio. Nesta terça-feira (4), ela falou sobre a reunião que ocorreu ontem para tratar os prejuízos da estiagem em Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul.

Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul e parte do Mato Grosso do Sul já contabilizam prejuízos com a falta de chuvas e recorrem ao Governo Federal em busca de apoio na renegociação de dívidas e agilidade no pagamento do seguro agrícola para os produtores rurais. Ontem segunda-feira (3), os secretários da Agricultura dos quatro estados participaram de reunião virtual com o secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SPA/Mapa), Guilherme Soria Bastos Filho, para apresentar os cenários e as demandas.

“Essa reunião foi resultado de uma conversa que tivemos com a ministra Tereza Cristina na última semana, quando relatamos as dificuldades enfrentadas pelos produtores catarinenses. Nós estamos direcionando nossas ações para agilizar os decretos de emergência dos municípios e também a elaboração dos laudos para liberação do Proagro. A nossa solicitação principal para o Ministério da Agricultura é a criação de um crédito emergencial para aqueles produtores que perderam sua fonte de renda”, destaca o secretário da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural de Santa Catarina, Altair Silva.

Até o momento o estado conta com 67 municípios com decretos de emergência publicados ou em vias de publicação e 1.500 famílias rurais que perderam sua fonte de renda devido à estiagem, principalmente produtores de grãos e silagem.

Ainda esta semana haverá uma nova reunião com a equipe técnica do Ministério da Agricultura para apresentar as ações disponíveis para os produtores rurais que tiveram prejuízos devido à falta de chuvas. O Governo Federal trabalha ainda com a possibilidade de uma visita da ministra Tereza Cristina aos estados do Sul.

No Rio Grande do Sul responsáveis pelo agronegócio também estiveram reunidos. Até 30 de dezembro, 138,8 mil propriedades rurais já tinham registros de perdas na agropecuária, em 6.340 localidades do Estado. Mais de 5 mil famílias estão sem acesso à água.

A Defesa Civil reportou que, dos 110 municípios que relataram estar sofrendo com os efeitos da estiagem, 96 publicaram decretos de situação de emergência, mas apenas 15 destes encaminharam as documentações completas para que o Governo do Estado homologue estes decretos em nível estadual. 

deixe seu comentário