Colunistas

A lenda viva que fundou uma cidade

11/05/2018 - 11h:31min
Nelson Egon Geiger

O valoroso amigo e grande EX-PREFEITO de nossa cidade e também do Cristal, EGYDIO ALFREDO SCHLABITZ na última quarta-feira (08) completou noventa anos. Nascido em Lajeado no dia 08 de maio de 1928, está em dois terços desse tempo residindo em nossa região.

Aqui chegou em 1961, mesmo ano que aportei em Camaquã para assumir no Banco do Brasil. Ele veio como empresário de loteamentos. Há algum tempo antes, no último ano da década de 60, estando em Porto Alegre, culminou em gerir um loteamento urbano em Guaíba.

Do antigo Banco da Província, adquiriu uma área em nosso Município, que na época era bem maior, posto que fazia divisa com São Lourenço do Sul através do Rio Camaquã. Lá, zona chamada de Cristal, pertencia ao então enorme distrito de Pacheca.

EGYDIO adquiriu uma fração de terras que o banco levara à hasta. A área de terras estava situada dos dois lados da BR 116 que, na época, nem era toda asfaltada no trecho Porto Alegre / Pelotas. Foi completada exatamente no hoje Município de Cristal em 1962. 

Pois bem, tendo arrendado um Posto de combustíveis que ali existia e que, até hoje persiste no mesmo local, EGYDIO trouxe sua família e veio residir no local. Promoveu o loteamento da área adquirida e começou a vender terrenos. Dizia-me: Nelsinho vou fazer uma cidade aqui.

E foi realmente o que fez. De uma grande gleba de terras um enorme loteamento. Deste uma Vila que depois, em 1988, transformou em cidade. Bem, a história foi assim: Durante a semana, naquela década de 1960, saiam reuniões na antiga Ferragem Camaquense. Lá estavam Tasso Perez, Chico Rosa, André Lempek, Arno Finger, Hilson Dias, Acindino Dias, Amarílio Borges Moreira, eu e o Egydio. Amarílio e Tasso eram Vereadores. Hilson e Amarílio disputaram a Prefeitura em 1963, vencendo a eleição. Cassado Hilson pelo Regime Militar, em abril de 1964, Amarílio assumiu. Desmembrou o Distrito da Pacheca, que era o 6º de Camaquã e criou o 7º Distrito: CRISTAL. Nomeou Egydio como Subprefeito.

O desenvolvimento da pequena Vila deslanchou. Egydio com a Prefeitura e ajuda do Lions Clube, levou luz elétrica para a Vila. Daí em diante a expansão foi célere. Egydio elegeu-se Vereador em 1968, já então no sistema bi-partidário, pelo MDB. Em 1976, Prefeito de Camaquã.

O cargo foi exercido com sobriedade e impulsionou nosso Município. Crescimento total, inclusive da Vila de Cristal que, por seu tamanho, foi emancipado em 1988. Nessa ocasião Egydio se elegeu Prefeito daquele hoje vizinho Município. Fato que repetiu em 1996. Foi duas vezes Prefeito de lá e uma vez, em período de 06 anos daqui.

Nos dois lugares demonstrou-se excelente, arrojado e respeitável administrador público. Dedico-lhe esta justa homenagem no seu aniversário, pois me sinto honrado de ser amigo dessa lenda viva: Egydio Schlabitz.

 

deixe seu comentário